Steer by wire

A Fiat ficou famosa aqui no Brasil pelo “Drive by wire” que era o acelerador eletrônico, que dispensava a ligação física entre o acelerador e a injeção de combustível no motor. Levou tempo, mas agora boa parte dos carros conta com o acelerador eletrônico. Sistema eletrônico também é utilizado nos aviões da Airbus, que não conta mais com cabos ligando o manche às asas e demais comandos da aeronave.

Ontem publiquei um vídeo que demonstra um sistema autônomo de emergência que é capaz de mudar a direção do automóvel em uma situação de emergência. O sistema só é possível por conta da direção eletricamente assistida. Isto pelo menos é o que eu achava, mas o que na verdade está em uso naquele carro é a direção eletrônica. É a mesma coisa do acelerador. Não há mais ligação física entre o volante e a barra de direção. 

Existem diversas vantagens para este tipo de tecnologia, mas causa bastante preocupação no caso de falha. Se falhar eu não vou conseguir mais mudar a direção do carro? Basta lembrar de alguns casos onde o Hyundai Sonata começou a acelerar descontroladamente. Imagina se acontece a mesma coisa com a direção eletrônica? Medo.

Via PC Magazine.