Um motor “circular” (axial, na verdade)

Eu acho simplesmente fascinante a tecnologia por trás de motores. Não são máquinas muito eficientes por conta da geração de calor, mas conseguem fazer o seu trabalho bem. Durante os anos, os motores saíram de uma configuração linear, passaram por configurações em V, boxer (cilindros opostos), radiais (mais comuns em aviões) e rotativos.

Agora eu descubro que existe uma nova configuração que parece ser “circular” (diz que é axial, mas me parece que circular é a melhor descrição). Ao invés de existir um eixo que faz os cilindros subirem e descerem, existe uma base rotativa na qual seles são presos e passam pelos 4 estágios de um motor comum. Diz que desta maneira o motor é mais leve e mais eficiente. 

NewImage

Na verdade o motor não é circular, mas sim axial. Os cilindros rodam em torno de um eixo. Projetado para ser colocado em barcos, geradores e pequenas aeronaves, o motor axial está em fases finais de projeto e pode chegar no futuro próximo ao mercado. Ainda existem otimizações que são necessárias, mas o design principal está pronto e um protótipo funcional já existe. Veja o vídeo abaixo e descubra mais a respeito do motor radial da Duke Engines.

Por conta do design do motor eu imaginei que ele teria problemas de vibração, como a maioria dos motores de 3 cilindros (este motor tem 5 cilindros, mas 3 injeções e 3 câmeras de combustão), mas aparentemente não tem este problema não.

O motor também consegue funcionar com uma variedade de combustíveis, inclusive etanol, gasolina e querosene de aviação, com os devidos ajustes, é claro. Este motor também é fascinante por ser menos complexo e ter menos partes a serem controladas. Enfim, a cada parágrafo da descrição técnica do motor na página da empresa neo zeolandesa você irá se maravilhar.