Arquivo da tag: Sedan

Tudo sobre o Ford Focus 2014

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 131

O Pardal viajou quase 6 horas de avião, passou frio, enfrentou enormes filas, tomou chá de cadeira, foi picado por uma abelha, ficou gripado e com os lábios rachados, se decepcionou por não conseguir andar no modelo Hatch, mas nada disto impediu o uso de todos os adjetivos fantásticos que o Ford Focus 2014 merece. 

Na companhia de NerdPai, Byte Que Eu Gosto, Renê Fraga (AutoBlog) e Richard Max o Pardal aproveitou cada km do test drive do carro e ainda que as paisagens com a cordilheiras ao fundo tirassem o “foco” e o fôlego, o Ford Focus 2014 conseguiu tirar meus difíceis elogios.

O Test Drive percorreu cerca de 130 km através de rodovias, vias secundárias e estradas de terra. Em todos os terrenos o Ford Focus 2014 sedan versão Titanium Plus foi soberbo. Ele herdou tudo de bom de seu primo maior, o Ford Fusion, como conforto, tecnologia e elegância. Ao volante ou como passageiro, é ótimo estar dentro de um Focus.

Abaixo alguns dos destaques do modelo que me chamaram a atenção e também textos originais da Ford para informar sobre o carro.

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 155

Cores

A Ford escolheu cores sóbrias para o Focus. A mais bonita é a que foge do adjetivo da frase anterior. Vermelho Bari sólido. No hatch fica simplesmente fantástico, já no Sedan a cor que mais lhe cai bem é o Azul Monaco Perolizado que à luz do sol gera um efeito belíssimo.

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 62

Câmbio

A Ford resolveu focar no que importa. Sedan no segmento entre 60 e 80 mil tem pouca saída se tiver câmbio manual e por isto, o novo Ford Focus 2014 só apresenta a opção de câmbio powershift que é um câmbio automatizado com dupla embreagem. O câmbio automatizado leva vantagem sobre o automático convencional por não ter necessidade de troca de óleo, ser mais leve e ter menos partes para dar problema. Simples e prático de ser mantido, o seu diferencial contra outros sistemas é ser de dupla embreagem. Isto garante maior velocidade na troca de marchas e mais segurança na hora de dirigir.

O modelo Hatch tem versão com câmbio manual de cinco marchas e opcional o câmbio PowerShift.

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 63

Tecnologia

A Ford utiliza o Focus como o modelo que populariza a tecnologia que outras marcas disponibilizam apenas em modelos de luxo. Ainda que desejado e implementado no velho continente em diversos modelos de veículos mais baratos e hoje presente no Brasil em carros de preço mais elevado que o Focus e até em um moto, o sistema Start-Stop ficou para outro momento. Infelizmente o sistema ainda não está evoluído o suficiente para atender o padrão Ford de qualidade e respeito ao consumidor. 

Na apresentação do modelo, a Ford anunciou que o sistema não “funciona” no Brasil. Quem vai ficar no calor de 40º com o motor desligado e sem ar-condicionado? Eu não vou, logo, esta geração de start-stop ainda não está pronta para o Brasil. Ainda que a Volkswagen pense que sim e o ofereça no novo Golf.

Comando de voz: O Ford Focus 2014 vem com a tecnologia de reconhecimento de comandos de voz em todas as versões. A funcionalidade é ativada através do lado direito do volante multifuncional e permite que se configure o GPS, por exemplo. É um pouco burocrático, mas funciona bem uma vez que você aprende a sua “lingua” e vocabulário.

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 115

Câmera de Ré e sensores de estacionamento: Vêm de fábrica em algumas versões, na versão topo de linha a tela central exibe o vídeo da câmera de ré e ainda a trajetória que o carro fará mudando a direção do volante. Como de costume, você tem avisos sonoros diferenciados de proximidade tanto para os sensores dianteiros como traseiros.

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 149

Sopa de letrinhas: ABS (sistema de freio antiblocante), EBD (distribuição eletrônica de frenagem), TCS (controle de tração), EBA (auxílio de frenagem de emergência), EBL (luz de frenagem de emergência), HLA (assistente de partida em rampa), DDS (aviso de pressão baixa dos pneus) e TVC (controle de torque em curvas) estão disponíveis no Focus. O DDS, funciona sem sensores dentro do pneu pelo que entendi. Ele detecta a baixa pressão nos pneus analisando um conjunto de sensores da direção e rodas. Já o TVC, novidade pra mim, é responsável por ajudar o carro a fazer curvas aplicando freio num das rodas da direção e assim distribuindo melhor o torque e ajudando o carro a fazer a curva diminuindo o desgaste dos pneus.

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 134

GPS: Sistema permite ser configurado através de comandos de voz, mas não permite que o passageiro utilize o sistema enquanto o carro em movimento, infelizmente. O motivo é segurança. 🙁 Se pelo menos existisse um sistema que detectasse que não é o motorista utilizando o sistema…

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 121

O sistema de mapas está num cartão de memória que fica dentro do compartimento do descanso de braço central.

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 120

Lá existem ainda duas portas USB e a entrada RCA para passar conteúdos audio visuais na tela central de 8″, que pra mim é perfeita para o carro. Em qualquer condição de tempo a tela é legível ao contrário do Fusion que em dias de sol é muito difícil de ler.

Direção: É elétrica e atende pela sopa EPAS com PDC. 😉 Eu sei, pornografia automotiva explícita. Assim como em algumas direções hidráulicas o “peso” da direção aumento com a velocidade. Por ser elétrica, economiza combustível, tem menos partes de manutenção e oferece mais força e precisão. A relação de direção é de 16:1. Além disto é capaz de anular vibrações causadas por desbalanceamento das rodas ou danos nos pneus (até 60 g de diferença) e ainda compensa as vibrações transmitidas através da coluna e volante. 

Por fim há ainda o PDC que é responsável por compensação de deriva, que aplica torque de até 2,5Nm para corrigir desvios de trajetórias causadas pelas imperfeições da via, inclinação da pista ou vento lateral.

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 66

Durante o test drive nas vias secundárias de Mendoza enfrentamos muitas estradas de terra e foi impressionante como a direção não passava ao motorista os diversos buracos e imperfeições da via. É sem dúvida um conforto inesperado e muito apreciado em vias tão maltratadas como as brasileiras.

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 67

Active Park Assist

Este item merece ser tratado fora de tecnologia por me impressionar positivamente. O sistema é, em tese, simples e requer sensores de estacionamento dianteiros e traseiros com adicionais sensores que apontam para os lado e ficam no parachoque dianteiro apenas. O que ele faz é medir o espaço de uma vaga de rua e se for maior ou igual a 1,2 vezes o comprimento do carro, estaciona pra você. 

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 69

Para usar o sistema, você precisa acionar um botão e ligar a seta para o lado da vaga que você procura. Por padrão o sistema assume que você quer uma vaga do lado direito. O sistema então muda a tela central no console para mostrar apenas o sistema e dá as instruções do que fazer e quando. Enquanto o carro vai se deslocando pra frente e com o sistema acionado (e seta ligada) o conjunto de sensores vai medindo o tamanho da vaga. Quando acha uma vaga, avisa sobre a disponibilidade e muda a instrução para engatar a ré e tirar as mãos do volante. 

Na imagem abaixo você pode ver o botão “Auto P”. Este é o botão que você deve pressionar para ativar o 

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 10

Controlando o deslocamento do carro com o pedal do freio e acelerado, se necessário, o sistema direciona o carro pra dentro da vaga, assim que o sensor traseiro faz seu barulho de proximidade final, você troca a marcha para D e voilá. Carro dentro da vaga em menos de 2 minutos.

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 70

Para ter o assistente de vaga de rua no seu Focus, só na versão Titanium. Confesso que usar o sistema foi a coisa mais divertida que eu já fiz num carro… ok segunda! 😉 Para ter o Park Assist, você precisa escolher o Ford Focus Titanium e ainda optar pelo pacote Plus. Prepare o bolso. 😉 

Disponibilidade

O primeiro lote de carros importados da Argentina já está no Brasil e o processo burocrático para liberação e nacionalização já está em curso. As primeiras unidades começam a chegar às lojas durante o mês de Outubro e as vendas começam em novembro. 

Abaixo os press releases da Ford:

O Novo Focus 2014 chega ao mercado brasileiro com muita tecnologia, sofisticação, performance e conforto para uma nova experiência ao dirigir no segmento de carros médios. Disponível a partir de outubro no País, a linha de veículos mais vendida no mundo exibe um design esportivo nos modelos Sedan e Hatch. O Novo Focus é um carro global que traz tecnologias de segmentos superiores para a sua categoria. “Ele introduz um novo patamar de inovação, desempenho e eficiência para atender uma ampla gama de consumidores”, afirma Steven Armstrong, presidente da Ford Brasil.

O modelo impressiona pela sua inovadora motorização e transmissão, além de equipamentos de última geração desde as versões iniciais até as topo de linha. Os preços partem de R$60.990 em três versões de acabamento e conteúdo: S, SE e Titanium nas opções de motores 2.0 com injeção direta flex ou 1.6 com duplo comando variável flex e transmissões sequencial PowerShift ou manual. A Ford investiu no Novo Focus para ser a bandeira de tecnologia da marca no mundo e, hoje, é uma referência em seu segmento por dispor de:

• seis airbags – frontais, laterais e de cortina –, sistema AdvanceTrac com controle eletrônico de tração e estabilidade para mais aderência e auxílio em frenagens, assistente de partida em rampas e aviso de pressão baixa dos pneus.

• Piloto automático e limitador de velocidade eletrônico.

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 14

• Transmissão sequencial PowerShift de seis velocidades e dupla embreagem ou transmissão manual de cinco velocidades.

• SYNC Media System com comandos de voz em português, com conexão Bluetooth para celular, entradas USB e auxiliar, CD/MP3-player com seis alto-falantes, além de uma versão SYNC MyFord Touch com sistema de navegação, entrada RCA para áudio-vídeo e som Sony Premium com nove alto-falantes.

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 5

• Motores de alumínio 2.0 Duratec Direct Flex com injeção direta de 178 cv com etanol e 1.6 Sigma TiVCT Flex de 135 cv com etanol, sistema de suspensão independente (traseira Multilink).

• Chave com sensores de presença para acesso inteligente e partida sem chave Ford Power e bancos com ajuste elétrico em seis posições.

• Sistema de estacionamento automático, câmera de ré, sensores dianteiro e traseiro de estacionamento.

• Faróis de Xenon com lavador, iluminação auxiliar em curvas, luzes diurnas de LED e teto solar.

• Rodas de liga leve de 16 ou 17 polegadas, com exclusivo design esportivo e na cor preta adiamantada na versão topo.

PardalCarioca FordFocus2014 Mendoza 17

• Design arrojado que projeta esportividade, atitude e movimento.

“O Novo Focus é o automóvel de maior sucesso da Ford no mundo e líder global de vendas, com mais de 1 milhão de unidades em 2012. Ele completa a presença da marca em todos os continentes, destacando-se no segmento mais competitivo do mundo, tanto em termos de volume de vendas como de imagem, com um produto moderno, eficiente e inovador”, diz Steven Armstrong.

Motores, transmissões, suspensão

As duas novas opções de motores – 2.0 Duratec Direct Flex e Sigma 1.6 TiVCT Flex – são outros exemplos de alta tecnologia. Com bloco, cabeçote e cárter em alumínio, eles aprimoram o desempenho sem deixar de lado a economia.

O 2.0 Duratec Direct Flex, com injeção direta bicombustível e duplo comando de válvulas independente e variável, gera 178 cv com etanol e 175 cv com gasolina e torque de 221/211 Nm, respectivamente. Ele é o primeiro flex com injeção direta no mundo e não necessita de qualquer recurso auxiliar para a partida com etanol a frio, usando somente a compressão do motor. O alto torque da versão 2.0 dá agilidade ao Sedan e uma pegada esportiva ao Hatch. A sonoridade do motor contribui para a sua condução empolgante.

O Sigma 1.6 TiVCT Flex, com duplo comando de válvulas independente e variável, entrega 135 cv (etanol) e 131 cv (gasolina) e torque de 169/164 Nm, respectivamente. Ele conta com o sistema “Easy-Start”, que também dispensa o tradicional “tanquinho” na partida a frio.

O torque elevado dos motores 2.0 e 1.6 faz uma perfeita combinação com a transmissão sequencial PowerShift de seis velocidades, de série no Sedan e opcional no Hatch. Para o Hatch 1.6 há a versão manual com a consagrada IB5, presente em vários carros mundiais da Ford.

O conjunto de suspensão independente do Novo Focus é leve, eficiente e atende os requisitos de estabilidade e conforto para quem gosta de uma condução firme e com o carro na mão. A traseira é do tipo Multilink, que reforça o conforto e o controle total do veículo. A disponibilidade da direção elétrica acrescenta prazer e segurança ao dirigir.

Tecnologia, segurança, conectividade

O Novo Focus impressiona pela tecnologia de ponta. Dispõe de segurança ativa e passiva para evitar acidentes e proteger os ocupantes. É um veículo classificado com cinco estrelas na Europa (EU-NCAP), nos Estados Unidos (NHTSA) e Ásia (C-NCAP) e foi projetado para alcançar os mesmos parâmetros no Latin NCAP, que regula a segurança dos veículos na América Latina.

Além de freio ABS com distribuição eletrônica (EBD) e auxílio em frenagem de emergência (EBA), ele oferece, conforme a versão, dois, quatro ou seis airbags – frontais, laterais e de cortina. O sistema AdvanceTrac tem controle eletrônico de estabilidade e tração e controle de torque em curvas, que evita a perda de tração na aceleração.

Todas as versões possuem faróis com temporizador (Follow me Home), que mantém as luzes acesas por alguns segundos após o carro ser estacionado para iluminar o caminho, assim como o sistema ISOFIX para cadeiras infantis e limpadores de para-brisa tipo “Butterfly”, com duplo motor e palhetas cruzadas, mais eficientes na varredura.

Farol de neblina traseiro, travamento automático das portas e sistema de alerta pós-acidente, com acionamento automático das buzinas e luzes de emergência em caso de acidente, também são de série.

Piloto automático e limitador de velocidade eletrônico, assistente de partida em rampas e aviso de pressão baixa dos pneus estão entre os opcionais. Faróis de Xenon com regulagem automática de altura e faróis auxiliares em curva fazem parte da versão Titanium.

Entre os equipamentos inteligentes e inéditos na categoria que o Novo Focus oferece está o sistema de estacionamento automático (Active Park Assist), que monitora o caminho para detectar espaços vazios e manobra o carro na vaga sem que o motorista precise tocar no volante.

Toda a linha vem com sistema de conectividade SYNC Media System com comandos de voz em português para áudio e telefone, e conforme a versão, com tela de 3,5, 4,2 ou 8 polegadas. Esta última, sensível ao toque, faz parte do SYNC Media System com MyFord Touch oferecido na versão Titanium, com sistema de navegação, duas entradas USB, entrada RCA de áudio/vídeo, Sony Premium Sound com nove alto-falantes e mais uma tela multifuncional colorida de 4,2 polegadas no painel de instrumentos, além de comandos de voz para telefone, áudio, climatização e navegador.

Câmera de ré, chave com sensor de presença para acesso inteligente e botão de partida Ford Power, ar-condicionado automático e digital com controle de temperatura individual para o motorista e o passageiro, sensor de chuva e acendimento automático dos faróis são outros itens das versões completas.

Design, interior, cores

A nova linha Focus impõe uma atitude esportiva. O Sedan remete aos mais modernos cupês e o Hatch destaca-se pelas linhas rápidas. A linha adota um design avançado, caracterizado pelas formas fluidas e expressivas.

A frente é imponente e aerodinâmica. A linha lateral tem um jogo de luz e sombra que destaca o refinado trabalho de superfície. A traseira curta do Sedan e a rasante do Hatch, ambas de grande esportividade, reforçam a personalidade de cada modelo, resultado de um projeto concebido desde o início para apresentar carrocerias diferentes e únicas.

As rodas de liga leve, de 16 ou 17 polegadas, têm desenho esportivo. O acabamento em preto de alto brilho adiamantado na versão Titanium traz ao Brasil a mais nova tendência europeia de rodas, criando um novo paradigma na categoria.

Os dois modelos têm faróis e lanternas traseiras com o efeito de uma joia. Ou seja, têm um tratamento apurado e composição de luzes e brilhos que, além de funcionais, são projetados para transmitir qualidade de classe superior.

O interior do Novo Focus é um capítulo à parte. Suas linhas ergonômicas envolvem o motorista e criam um ambiente elegante, moderno e sofisticado. O uso expressivo de cores, materiais suaves ao toque e a atenção aos detalhes contribuem para o seu padrão excepcional de conforto. O painel é confeccionado com espuma injetada de alta qualidade.

O ambiente de tecnologia é destacado pela cabine em estilo cockpit, eficiente e que propicia excelente sensação a bordo. O grafismo dos instrumentos e a tela do SYNC acrescentam elementos estéticos modernos ao veículo.

A linha oferece oito cores externas: as sólidas branco Ártico e vermelho Bari, a metálica prata Geada e as perolizadas preto Gales, azul Mônaco, prata Atenas, cinza Novara e cinza Ubatuba.

Conteúdo, versões, preço

O Novo Focus oferece o melhor conjunto da categoria, com versões criadas para atender diferentes perfis de clientes.

O modelo Hatch oferece duas opções de motores: 2.0 com transmissão sequencial PowerShift nas versões SE e Titanium; e Sigma 1.6 Flex nas versões S e SE, com transmissão manual de cinco velocidades ou PowerShift (opcional).

• O Hatch 1.6 S com transmissão manual, duplo airbag, freios ABS, rodas de liga leve de 16 polegadas e sistema SYNC parte de R$60.990. Com a opção da transmissão PowerShift e sistema AdvanceTrac, sai por R$66.990.

• O Hatch 1.6 SE acrescenta itens como quatro airbags, tela de 4,2 polegadas e bancos de couro, por R$63.990. Com a opção da transmissão PowerShift e sistema AdvanceTrac, sai por R$69.990, e acrescentando o motor 2.0 Duratec Direct Flex o preço é R$72.990.

• O Hatch Titanium 2.0 inclui câmera de ré, SYNC com tela de 8 polegadas e navegação e rodas de liga leve exclusivas, por R$79.990.

O Sedan vem exclusivamente com motor 2.0 Duratec Direct Flex e transmissão sequencial PowerShift de seis velocidades, nos catálogos S, SE e Titanium.

• O Sedan S dispõe de duplo airbag, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), sistema AdvanceTrac com controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, aviso de pressão baixa dos pneus e SYNC Media System, por R$69.990.

• O Sedan SE custa R$74.990

• Sedan Titanium sai por R$81.990.

Tanto o Sedan como o Hatch contam com o pacote SE Plus, que por R$3.000 traz: seis airbags, chave com sensor de presença para acesso inteligente e partida sem chave Ford Power, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, espelho retrovisor eletrocrômico, retrovisores com rebatimento elétrico e ar-condicionado automático e digital com controle individual de temperatura para motorista e passageiro.

O topo de linha Titanium também tem um pacote de opcionais Plus, composto por faróis de Xenon, luzes diurnas de LED, faróis auxiliares em curvas, teto solar elétrico, sistema de estacionamento automático e banco do motorista com ajuste elétrico em seis posições, por R$8.000.

Manutenção e seguro

O Novo Focus tem três anos de garantia e segue a estratégia da Ford de oferecer preços competitivos de manutenção e peças para que o veículo tenha um custo de propriedade econômico. As revisões, feitas pelo sistema de Preço Fixo da Ford, mantêm os mesmos valores da geração anterior.

São eles: 6 meses ou 10.000 km, R$284,00; 12 meses ou 20.000 km, R$356,00; 18 meses ou 30.000 km, R$456,00; 24 meses ou 40.000 km, R$1.072,00; 30 meses ou 50.000 km, R$512,00; e 36 meses ou 60.000 km, R$676,00.

O Novo Focus conta também com valor atrativo de seguro. Os Seguros Ford dispõem de uma apólice para o veículo que, no modelo Hatch 1.6 S (R$60.990), por exemplo, tem preço médio nacional de R$2.300. Para o modelo 2.0 SE (R$72.990), o preço médio é R$2.600. Para o Sedan 2.0 S, o preço médio nacional é R$2.300.

Além de não exigir perfil do condutor, o plano tem a melhor cobertura comparada com a concorrência, garantia de peças originais e indenização integral correspondente ao veículo 0 km nos 12 meses iniciais.  

Novo Ford Focus 2014 sedan

No mês passado fui à convite da Ford para São Paulo conhecer duas novidades. A primeira é o novo Ford Focus Sedan com seu inédito motor de injeção direta de combustível flex e a segunda é uma experiência única criada para conhecer a novidade.

NOVO FOCUS SEDAN 2014  10 copy

A Ford tem se superado em seus eventos de lançamento, colocando suas crias inéditas e revolucionárias em lugares únicos e que despertam muito mais do que curiosidade e desejo. Para o Ford Focus sedan 2014 a Ford colocou várias unidades no prédio da Bienal em São Paulo. Lugar cheio de histórias e componentes ímpares e inéditos quando foi construído. 

IMG 4984 copy

Dentro do prédio da Bienal a Ford montou diversas experiências como um Cinema com trechos de filmes onde aparecem carros do logo oval azul, jogo interativo para estacionar carros virtuais e um cinema 4D (quase!), sem falar no sem número de carros para experimentar, sentar, buzinar e apreciar. Eu babei.

IMG 4971 copy

O Focus 2014 é feito na Argentina e importado para o Brasil com motor desenvolvido pela equipe de engenharia brasileira. Apesar de ter sido preparado, projetado e temperado com elementos nacionais, o motor é montado no México. O motor é o Duratec 2.0 Direct Flex, primeiro motor de injeção direta de combustível flexível do mundo. 

IMG 4942 copy

A apresentação que a Ford preparou foi fenomenal, ainda que talvez tenha sido assim apenas para mim. Este tipo de evento para impressa e mídia social costuma seguir um duro e tedioso caminho de reafirmar passos vitoriosos do passado, contextualizar decisões compatíveis com o novo mundo em constante mutação e despejar detalhes técnicos sobre os produtos mostrando por que eles se diferenciam da concorrência.

Desta vez não foi diferente, mas para os detalhes técnicos colocaram um engenheiro travestido de executivo que estava visivelmente desconfortável com o seu papel de apresentar todas as inovações técnicas do fabuloso motor Direct Flex. Se todo mundo ficou entediado com as números, gráficos e outras fantásticas informações que o gajo apresentava, eu estava no paraíso. Se existe um momento onde o termo pornografia automotiva pode e deve ser empregado, este foi o momento. O caboclo explicava como sua equipe desenvolveu o motor e como ele funcionava em detalhes tão íntimos que em determinado momento durante as perguntas e respostas o presidente da Ford Brasil fez uma brincadeira com o engenheiro pedindo para ele não contar tudo. 😉

Eu simplesmente adorei, ainda que talvez eu tenha sido o único que tenha realmente apreciado o papo “chato” sobre o motor. Aliás, a cada evento da Ford, parece que todas as conversas que tenho com engenheiros e executivos da montadora se tornam realidade. Durante o lançamento do Ford New Fiesta em Punta Del Este, conversei com um grande executivo durante o jantar e abordamos  motores, estratégias de longo prazo e câmbios. As diferenças entre carros europeus, americanos e os brasileiros também. Foi uma longa conversa e dois anos depois, reencontrei o mesmo executivo no lançamento de outro produto da montadora e pra minha surpresa, ele veio até mim e perguntou de forma direta e objetiva: “E aí? Você está feliz agora?” Eu soltei um sorriso e disse que sim… Câmbio PowerShift num carro compacto, bola dentro, Ford. 😉 (A conversa de Punta foi quase uma tortura de longos minutos sobre o atraso tecnológico dos nossos carros e a baixa sofisticação de “acessórios” premium para ele. Parece que surtiu efeito. Ainda mais agora com o motor de injeção direta!!!).

Confira abaixo as informações divulgadas pela Ford sobre o novo Duratec 2.0 Direct Flex e na Fan Page do Pardal no Facebook você pode ver mais fotos.

A Ford é a primeira do mundo a introduzir a tecnologia de injeção direta de combustível para motores flex, com o Novo Focus Sedan 2014, equipado com o exclusivo Duratec 2.0 Direct Flex. Essa tecnologia representa uma nova geração de motores flex, desenvolvida especialmente para o Brasil, e é mais uma prova do pioneirismo da Ford em motores.

Henry Ford criou o primeiro motor abastecido com álcool ou gasolina em qualquer proporção e em 1908 lançou o pioneiro Modelo T Flex. No Brasil, a Ford foi uma das primeiras a lançar um veículo totalmente a álcool. Em 2002, apresentou o primeiro protótipo flex, mostrando suas pesquisas nessa área.

IMG 4970 copy

Desde então, introduziu seguidos aprimoramentos que contribuíram para aumentar a eficiência e economia desse tipo de aplicação. A família Zetec RoCam inovou com o aumento da taxa de compressão para favorecer a queima do etanol. A linha Duratec trouxe bloco e cabeçote em alumínio fundido, com redução do peso do conjunto. Os novos motores Sigma já nasceram dentro do conceito flex, com diversas inovações.

Recentemente, a Ford lançou o motor Sigma 1.6 com duplo comando independente e variável de válvulas (TiVCT) e o Sigma 1.5 Flex. Entre outros avanços, ambos introduziram o sistema de partida a frio Ford Easy Start, que dispensa o tanquinho extra de gasolina.

IMG 4974 copy

Agora, a injeção direta de combustível flex do motor Duratec Direct 2.0, que equipa o Novo Focus Sedan, chega como mais um avanço que otimiza o rendimento do motor para o aproveitamento máximo de energia, com eficiência e economia. Desenvolvido pela engenharia brasileira, esse sistema permite um gerenciamento eletrônico apurado da dosagem de combustível no motor. Outra inovação é o sistema de ignição, que garante uma partida rápida mesmo em condições extremas.

Obra de arte de engenharia

O funcionamento dessa tecnologia é uma verdadeira obra de arte de engenharia. O combustível abastecido no tanque é conduzido por bombas (elétrica e mecânica de alta pressão) até as flautas onde estão os bicos injetores. O duplo comando independente e variável de válvulas controla o fluxo da injeção em alta pressão dentro do cilindro, que opera com uma taxa de compressão de 12:1.

O combustível é borrifado diretamente na câmara de combustão. Com o auxílio de sensores inteligentes, ele é queimado no ponto, na quantidade e no momento ideal para extrair o máximo de energia e transformá-la em trabalho, que se traduz em torque e potência para o veículo. Junto com a ação do catalisador, esse processo garante também um nível reduzido de emissões.

IMG 4977 copy

Os materiais e revestimentos especiais utilizados em todo o sistema de alimentação e combustão, incluindo bomba, tubos e válvulas, protegem os componentes contra a ação de oxidação gerada pelo etanol. Essa eficiência é resultado de um trabalho minucioso de engenharia e calibração para a adequação do motor aos dois tipos de combustíveis presentes no tanque.

A Ford assumiu o desafio de introduzir a injeção direta na aplicação flex e o resultado é um processo de combustão mais eficiente, que gera mais potência e economia, levando o desempenho dos motores flex a um novo patamar.

O Novo Focus Sedan 2014 será equipado com o motor Duratec 2.0 Direct Flex, o primeiro flex do mundo com injeção direta de combustível, para oferecer o máximo aproveitamento de potência e economia. Essa tecnologia é combinada também com duplo comando de válvulas independente e variável (Ti-VCT), fazendo do Duratec 2.0 Direct Flex um dos motores mais potentes, eficientes e refinados da sua classe e um dos modelos de quatro cilindros sem sobrealimentação mais avançados que a Ford já produziu.

IMG 4979 copy

O novo motor reforça a estratégia da Ford de produzir motores líderes em economia de combustível sem sacrificar o prazer de dirigir. Ele gera uma potência de 178/175 cv (a 6.500 rpm) e torque de 221/211 Nm (a 4.500 rpm), com etanol e gasolina, respectivamente, um ganho de 30 cv e de 30 Nm com etanol em comparação com o Duratec 2.0 anterior.

A injeção direta aumenta a economia de combustível e o desempenho, entregando a quantidade precisa de combustível dentro da câmara de combustão. O sistema avançado de injeção direta trabalha em conjunto com o Ti-VCT, que sempre ajusta o tempo de válvulas para a melhor configuração possível, seja para ótima performance ou para a o baixo consumo de combustível, dependendo da maneira que o motorista estiver dirigindo.

IMG 4982 copy

O motor 2.0 Direct Flex é mais um exemplo da liderança da Ford em economia de combustível, com o uso de tecnologias avançadas para extrair o máximo de potência sem aumentar a cilindrada. Ele oferece um nível surpreendente de economia de combustível e emissões, com a flexibilidade e o desempenho esperados de um motor de classe mundial.

“Combinando a injeção direta e o Ti-VCT, conseguimos dar um grande passo na economia de combustível e desempenho”, diz Cristiano Pedreira, gerente de Calibração de Motores da Ford. “Estamos atendendo as metas da nossa estratégia global de motores e agora temos mais um modelo de ponta na nossa linha, desenvolvido exclusivamente para o Brasil.”

Tecnologias avançadas

O Duratec 2.0 Direct Flex tem a configuração DOHC, com dois eixos-comando: um para abrir as válvulas de admissão e outro para abrir as válvulas de exaustão. Tradicionalmente, os eixos só tem a capacidade de abrir as válvulas em um ponto fixo, definido no projeto do motor. Com o sistema de comando variável, os eixos podem ser girados levemente em relação à sua posição inicial para que o tempo de abertura e fechamento de válvulas seja avançado ou retardado.

O Ti-VCT aplica essa tecnologia tanto no eixo de admissão como no de exaustão. O ponto de abertura de cada válvula é acionado por um sistema de óleo em alta pressão, controlado por solenóides eletrônicos. Cada eixo conta com um solenóide de controle e pode ser avançado ou retardado independentemente do outro, conforme as condições de operação do motor, proporcionando um excepcional controle de tempo de válvula.

IMG 5014 copy

“Esse duplo controle via Ti-VCT nos ajuda a eliminar várias restrições dos sistemas de admissão e exaustão”, diz Pedreira. “O motorista vai sentir mais torque em baixa rotação e maior economia de combustível. E há também outros benefícios que ele não vai perceber, como a redução do nível de emissões.”

O controle do combustível é feito por um sistema de injeção que entrega uma fina névoa de combustível diretamente em cada cilindro, com precisão. Ao contrário da injeção eletrônica convencional, em que o combustível é borrifado no sistema de admissão, a injeção direta entrega o combustível já dentro da câmara de combustão, exatamente onde ele vai ser queimado.

Esse sistema permite que o motor opere com uma taxa de compressão alta, de 12:1, aumentando a potência e eficiência. O combustível é injetado dentro dos cilindros a uma pressão de até 2400 psi, cerca de 40 vezes maior que no sistema de injeção PFI convencional.

“O sistema de injeção direta cria um spray de etanol/gasolina incrivelmente fino que é injetado diretamente na câmara de combustão no momento preciso, eliminando diversos empecilhos dos sistemas de alimentação convencionais”, explica. “É um sistema aparentemente simples, mas exigiu meses de testes e simulações em computador até chegar ao padrão e ao ponto exato de injeção, assim como ao desenho ideal da câmara de combustão.”

Os injetores de combustível de alta pressão usam solenóides internos para comandar com precisão a entrada e o corte de combustível. O combustível passa por seis finos orifícios em cada injetor, criando um spray que é direcionado para otimizar a economia de combustível e as emissões. Um sofisticado sistema de controle eletrônico varia o tempo e a intensidade na entrega de combustível de acordo com as condições de operação do motor.

Atenção aos detalhes

Complementando os avanços dos sistemas de injeção e comando de válvulas, cada aspecto do motor foi revisado para aumentar a economia de combustível. A redução do atrito interno e do peso total foram os focos principais dessa estratégia. Para identificar as áreas onde a redução de atrito traria melhor resultado foi usada modelagem por computador.

IMG 5013 copy

As válvulas passam por um tratamento para garantir uma superfície lisa. As camisas dos pistões recebem um revestimento especial de baixa fricção e a bomba de óleo teve sua capacidade dimensionada para atender com precisão as necessidades do motor. Além disso, é utilizado óleo de baixa viscosidade para menor fricção.

O atrito nos acessórios também foi reduzido com uma série de ações, incluindo direção com assistência elétrica e compressor do ar-condicionado com um sistema que dispensa o tensionador de correia. Uma polia especial permite que o alternador e a bomba de água operem com uma tensão na correia muito menor que o usual, reduzindo as perdas por atrito.

Para reduzir ao máximo o peso total do motor, o bloco, cabeçote e o cárter – tradicionalmente, os componentes mais pesados – são fundidos em alumínio e ganharam nervuras para aumentar a resistência e a durabilidade. Os pistões também são fundidos em alumínio, ajudando a reduzir a massa oscilante.

O coletor de admissão é produzido em material composto para reduzir o peso e, ao mesmo tempo, aumentar a eficiência térmica e as características de torque.

Partida a frio

O motor Duratec 2.0 Direct Flex conta também com um sistema avançado de partida a frio que elimina a necessidade de tanque adicional de gasolina ou aquecimento. Desenvolvida pela Ford, essa tecnologia utiliza o trabalho de compressão do motor para aquecer a câmara de combustão antes da primeira injeção de etanol, otimizando a partida a frio em qualquer condição.

O sistema garante partida rápida em condições críticas de baixa temperatura (até -10°C), mesmo com 100% de etanol no tanque, melhora o rendimento do motor e garante a boa dirigibilidade antes mesmo de o motor atingir a temperatura ideal de funcionamento. Além disso, é livre de manutenção e projetado para durar por toda a vida útil do veículo.