Arquivo da tag: carro elétrico

Ford cria laboratório de pesquisa de veículos híbridos e elétricos

Image004

A Ford criou um laboratório de pesquisa e desenvolvimento em Dearborn, Estados Unidos, exclusivamente para veículos híbridos e elétricos. O prédio de 26.500 metros quadrados, antes conhecido como Centro de Engenharia Avançada, foi renomeado para Centro Avançado de Eletrificação Ford, abrigando a maioria dos 1.000 engenheiros que hoje trabalham nesses programas.

Esse time quase triplicou de tamanho nos últimos anos, reunindo engenheiros de talento e inovadores com experiência em diversas áreas. Muitos deles trabalharam na indústria aeroespacial, com jatos, foguetes, mísseis, satélites e aviões não tripulados.

A Ford está investindo US$135 milhões no design, engenharia e manufatura de elementos-chaves de seus veículos híbridos elétricos de nova geração – incluindo sistemas avançados de bateria – que começam a ser produzidos este ano.

A sua capacidade de teste de baterias, por exemplo, vai dobrar até 2013, com um total de 160 canais de testes individuais. O investimento inclui a aquisição de máquinas altamente especializadas capazes de testar e simular o comportamento térmico e durabilidade da bateria sob todas as condições de carga, temperatura e uso.

Isso beneficia os consumidores de dois modos, trazendo a opção de veículos com menor consumo de combustível e preço mais acessível. A Ford está reduzindo o custo de seus veículos híbridos atuais em até 30% em comparação com a geração anterior. Este ano, vai completar o lançamento de cinco veículos elétricos, como parte da sua estratégia de triplicar a capacidade de produção nesse segmento até 2013. São eles:

  • Focus Electric, o carro mais econômico da categoria na América, com consumo equivalente de 46,7 km/l e recarga em quatro horas;
  • C-MAX Hybrid, com consumo de 20 km/l;
  • C-MAX Energi híbrido “plug-in”, com consumo equivalente de 40,4 km/l e atuonomia de 885 km, a ser lançado este ano;
  • Novo Fusion Hybrid, a ser lançado este ano, com consumo estimado de 20 km/l – 2,13 km/l mais econômico que o Toyota Camry Hybrid;
  • Fusion Energi híbrido “plug-in”, que começa a ser produzido no final de 2012, como o mais econômico da categoria no mundo.

Maior fabricante americana de veículos híbridos, a Ford lançou o Escape Hybrid em 2004 e o Fusion Hybrid em 2010 – vendido também no Brasil –, modelos líderes em economia de combustível, dirigibilidade e durabilidade. 

Desenvolvimento de baterias

Como é comum na indústria automotiva, os primeiros híbridos da Ford tinham baterias desenvolvidas com a participação de fornecedores, desde a fase de projeto até os testes.

“Com a ampliação do programa, a Ford achou mais eficiente trazer as áreas de pesquisa, desenvolvimento e produção de veículos elétricos para dentro de casa”, diz Anand Sankaran, líder técnico de Sistemas de Acumulação de Energia e Veículos Híbridos da Ford. “O tempo é essencial, especialmente quando temos um prazo de lançamento definido.”

A duplicação da capacidade de teste de baterias é um exemplo da importância do tempo para a Ford, que assim não precisa mais depender de um fornecedor com o equipamento certo para realizar rapidamente o trabalho. Essa mudança permite ao time completar os projetos em um prazo 25% menor.

“Sabemos o que é preciso para produzir híbridos de classe mundial e estamos usando essa experiência”, diz Kevin Layden, diretor de Engenharia e Programas de Eletrificação da Ford. “Estamos investindo para que a Ford continue a ser líder em economia de combustível, durabilidade e dinâmica veicular em veículos elétricos.”

De Los Angeles à Las Vegas com uma carga num carro elétrico

Tesla S é um carro elétrico relativamente caro, exclusivo e de luxo. Quem o faz é a Tesla Motors que ficou famosa por criar o primeiro carro elétrico esportivo. Parece que no ano que vem é vontade da Tesla de oferecer seus carros no Brasil, mas faltando incentivos seu custo será inviável para os meros mortais que só tem a ganhar com os carros elétricos.

NewImage

Seu alcance com a maior bateria é de cerca de 482 km. Sim, ele é vendido com “tamanhos” de bateria diferentes. A distância entre Los Angeles e Las Vegas é de cerca de 451 km. Em tese é possível viajar com um carro como o Tesla S, que custa quase 100 mil dólares, com uma única carga de bateria.

Esta foi exatamente a aventura do programa Drive aceitou gravar em vídeo. A estratégia começou com economias e táticas de direção para conservar energia. Pra começar, não ligaram o ar condicionado e evitaram exagerar na velocidade, principalmente nas subidas, mas no final, com o computador de bordo indicando que havia mais do que carga suficiente para ir até Las Vegas numa única carga, o ar foi ligado. 

Focus Electric é destaque em feira de tecnologia com novo painel inteligente

 

NewImage

O Focus Electric, primeiro carro de passageiros totalmente elétrico da Ford, é atração da IFA 2012, principal feira de tecnologia e consumo da Europa, de 31 de agosto a 5 de setembro em Berlim, na Alemanha. O destaque no evento é o pacote de tecnologia e conectividade do Focus Electric, que traz uma versão especial do sistema multimídia SYNC/ MyFord Touch, com uma interface inteligente “Smartgauge” para reduzir o consumo de energia da bateria.

O veículo foi lançado este ano nos Estados Unidos e deverá chegar na Europa em 2013. Ele faz parte da estratégia global da marca de ampliar o seu portfólio de modelos híbridos e elétricos.

NewImage

Borboletas azuis

Uma das funções do sistema é o EcoGuide, que orienta o motorista a dirigir de forma mais econômica usando imagens de borboletas azuis no painel. A sua ideia é inspirada no “Efeito Borboleta” – teoria segundo a qual pequenas ações podem desencadear mudanças significativas no mundo. O sistema também controla o consumo elétrico dos acessórios e a autonomia do veículo a partir da energia disponível na bateria.

“O SmartGauge permite ao motorista saber exatamente a quantidade de energia disponível e o quanto precisa, para ajudá-lo a ir ainda mais longe”, diz Marc Lucas, supervisor de Veículos Híbridos e Elétricos da Ford Europa.

NewImage

Outro recurso do Focus Electric para uma condução mais eficiente é o “Brake Coach”, ou orientador de frenagem. O sofisticado sistema de freios regenerativo do Focus Electric recupera até 95% da energia cinética normalmente perdida durante a frenagem. O “Brake Coach” estimula a frenagem gradual para aumentar a quantidade de energia recuperada.

Já o sistema “Energy Coach”, ou orientador de energia, avalia a performance geral do motorista com relação ao consumo de energia, mostrada em um gráfico interativo. Ele pode melhorar o seu desempenho evitando velocidades altas e também freadas e acelerações bruscas. 

Audi R8 e-tron bate recorde em Nürburgring

NewImage

A Audi é uma empresa versátil. Tem carros “baratos” e muito caros. Entre os caros, está a versão elétrica do R8, um superesportivo de superlativos. 

Em junho passado a Audi estabeleceu o recorde para um carro elétrico de produção com o R8 e-tron zunindo pelos 20 km de curvas e retas da Nordschleife em 8 minutos 9 segundos e 99 centésimos. Comparando com a versão movido à gasolina e motor V8 fez apenas 4 segundos à menos. Já a versão V10 fez em 7:34.

Colocando o e-Tron em números, ele tem no lugar do seu V8 tradicional,  não um, mas dois motores elétricos que combinados geram 376 hp e 458,8 kgfm de torque. Só para ter uma idéia, um carro normal de 2 litros tem cerca de 20 kgfm de torque. Em termos de peso, por conta das baterias, o R8 e-Tron é ligeiramente mais pesado: 1780 kg. A aceleração do elétrico superesportivo da Audi é de 4.6 segundos de 0-100 km/h

O chato do Audi R8 e-Tron é que ele é limitado a 125 mph e para estabelecer o recorde a Audi aumentou o limite para 155 mph. O alcance das baterias do e-Tron, que são em formato de T para aproveitar todo o espaço disponível no carro e manter o equilíbrio é de 134 milhas.

O melhor tempo da pista, que é a meca e passagem obrigatória de todo super carro, é de 7 minutos e 11.57 segundos conseguida com um Gumpert Apollo Speed que tem motor V8 parecido com o R8 à combustão.